Alérgico, sua casa é seu porto seguro

Assessoria de Turismo
Alérgico, sua casa é seu porto seguro

Alérgico em casa: e agora? o que fazer? o que NÃO fazer? por onde começar? o que pode ou não pode comer? com o que preciso me preocupar?

Essas são algumas das perguntas que atormentam a vida dos pais que tiveram o diagnóstico de alergia alimentar.

Os pais ficam totalmente perdidos, seja por informações desencontradas, excesso ou falta delas. Super comum.

Infelizmente parece que os profissionais médicos não evoluíram em conhecimento tão rápido quanto as alergias se desenvolveram.

Isso é fato!

Quem sofre somos nós, pais e mães que precisam de informação e orientação mas não encontram.

Que precisa sair desesperado atrás de relatos e ajuda na internet porque não encontra onde deveria.

Que começa indo aos “trancos e barrancos” do que jeito que consegue e sabe até ajustar tudo que precisa.

É como trocar o pneu de um carro com ele em movimento.

Seu filho alérgico vai parar de comer enquanto você não aprende o que precisa para ajudá-lo na dieta? Não.

Vai esperar você ler todos os rótulos pra apenas depois poder comer? Não.

A gente vai se adaptando e a verdade é que o bebê alérgico vira um laboratório, porque sem querer acabamos fazendo testes neles.

ATENÇÃO: se você amamenta é OBRIGATÓRIO fazer a dieta de exclusão junto com o bebê! Se seu corpo não digerir alguma proteína do alimento, ela pode ser passado ao bebê via leite materno.

E fazendo um parênteses:

AMAMENTAÇÃO é ultra, mega importante na vida de um alérgico.

alérgico

Quem dera eu tivesse sido corretamente orientada sobre isso.

Poderia ter auxiliado meus filhos alérgicos alimentares de forma muito mais consistente.

Mas isso é assunto para outro post!

Voltando… tem quem faça dieta de exclusão apenas para o alérgico e tem quem entra na história para participar também.

Pode-se optar por fazer a exclusão apenas para o alérgico e o cuidado deve ser redobrado neste caso.

Utensílios, potes plásticos, esponja de lavar louça, tudo deve ser separado para não correr o risco da contaminação cruzada.

A esponja de lavar os itens dele deve ser de outra cor para evitar enganos. Tenha uma parte no armário apenas para os itens dele.

Use também pano de prato separado.

Nunca, entenda bem, NUNCA prepare qualquer alimento para o bebê alérgico enquanto faz qualquer outra coisa “contaminada”. A chance de dar errado é enooooorme.

Tenha o máximo cuidado com a higienização e preparo dos alimentos.

Aqui em casa, eu fiquei tão desesperada que não consegui fazer desta forma. Optei por entrarmos todos na dieta.

Assim, o alérgeno não entra na minha casa e eu tenho preocupações a menos. Porque, vamos combinar, preocupação de mãe já é algo que não nos falta em geral. Mãe de alérgico então…  🙂

Eu já tenho que me preocupar em TO-DOS os lugares onde vou e tem algo de comer em relação aos meus filhos mas na minha casa não!

Minha casa é nosso PORTO SEGURO!

E você? como faz na sua casa???

 

—————————–

Andreia Cartolari é casada e tem dois meninos. Fundadora da Adapte! Turismo, mudou muitas coisas em sua vida nos últimos tempos em busca de uma vida com simplicidade e muito mais significado.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *