APLV: quando chorei no supermercado

Assessoria de Turismo
APLV: quando chorei no supermercado

APLV é uma sigla comumente usada e que significa: Alergia a Proteína do Leite de Vaca. Como o nome é extenso e a gente fala muito dele, mais fácil abreviar.

Mãe de aplv que sou, vivo em supermercado lendo rótulos e letras minúsculas.

Já me ocorreu levar uma lupa mas vão me achar mais doida do que já sou… hahaha

Fiz até um post dando dicas pra pais de alérgico quando vão ao supermercado. Clique aqui para ler.

Confesso que por vezes é até preguiça, eu já nem passo mais em certas prateleiras pra ver se o rótulo mudou.

Simplesmente deixei na lista do “aplv – não comprar”.

Já prefiro logo a parte do hortifruti que eu não preciso ler e é muito mais saudável, diga-se de passagem.

Acontece que alguns itens são necessários e ajudam até mesmo na hora de sair.

É bom ter algo pra levar na bolsa para as crianças poderem “beliscar” quando der fome.

E que seja seguro!

E lá vai você na procissão: procurando pra ver se acha o que precisa, lendo o rótulo pra saber se mudou algo na composição e colocando no carrinho pra pagar.

Sim, eu leio o rótulo TODAS AS VEZES que vou ao supermercado.

Isso é importantíssimo!

APLV

As empresas mudam a rotulagem conforme tem alteração na produção de determinado produto.

Portanto, para segurança do seu bebê aplv, faça isso você também!

Acontece que nem sempre é fácil achar o que você precisa e seu filho aplv pode consumir.

Quantas vezes você cansa de procurar e simplesmente não encontra?

Tem supermercado que eu já insisti tanto sobre os itens que procurava que no dia que encontrei um iogurte de soja no refrigerador deles, comecei a chorar e a sorrir ao mesmo tempo.

Isso mesmo! Chorei no supermercado!

O que pensaram de mim eu não sei.

O que eu sei é o que cada mãe de aplv sente na pele procurando por alternativas para seus filhos.

O que eu sei é a dor de não ter produto seguro para que ele não passe vontade.

O que eu sei é da incompreensão de quem “não vive no mundo aplv”.

O que eu sei é que ainda há muito a se aprender sobre INCLUSÃO ALIMENTAR.

E por saber de tantas coisas que ainda faltam para nossos filhos viverem melhor, a gente chora.

Chora de alegria, de tristeza. Choro de mãe… de mãe aplv.

Já te aconteceu algo parecido? Conta pra gente!  <3

 

—————————–

Andreia Cartolari é casada e tem dois meninos. Fundadora da Adapte! Turismo, mudou muitas coisas em sua vida nos últimos tempos em busca de uma vida com simplicidade e muito mais significado.

2 Comments

  • Clóris Maria Britto on 30 de julho de 2017 11:28 Responder

    Sou vó de uma netinha que tem APLV.Esse diagnóstico até dia 15 de julho,quando feliz de encontra um iogurte de soja, lhe dei.Desencadeou nela uma reação muito forte, que levou a alergista e a gastro a restringirem soja, até a confirmação nos exames.Meu Deus! As compras se tornaram ainda muito mais difíceis de serem feitas.Lê- se rótulo por rótulo, e vou levar lupa,sim.Mas realmente chorei ao encontra um sucrilho que ela pode consumir,pois ela havia me pedido p ler diversos rótulos de produtos que queria e nada era possível.Quando disse :Este pode, ela pulava, com os 2 bracinhos levantados, como se tivesse recebido um troféu.Isso que ela só tem 3 aninhos.Realmente precisamos ter um equilíbrio emocional imenso quando convivemos com crianaçs que tem restrições alimentares.

    • Andrei Cartolari Palão on 30 de julho de 2017 14:10 Responder

      D. Clóris, imagino qual não foi o susto que passaram por conta da reação da soja. Tanta coisa nova e a gente perdido no meio, não é?
      Sabe o que eu faço? Tiro foto com o celular e dou zoom para ler o que está escrito. 🙂
      Eles ficam tão felizes quando encontramos algo que podem comer, não é? Parece mesmo que ganhamos troféu, porque é uma vitória! 🙂

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *