Tinha festinha na escola e eu não sabia

Assessoria de Turismo
Tinha festinha na escola e eu não sabia

Teve festinha na escola e eu não sabia. Se você é mãe de um alérgico e ainda não passou por isso, em algum momento, deve passar. Triste!

Mais triste ainda porque isso demonstra o nível de falta de compromisso da escola para com o bem estar e saúde do aluno.

Funciona mais ou menos assim:

  • um aluno vai fazer aniversário
  • a mãe vai mandar uns comes e bebes para as crianças festejarem
  • seu filho (alérgico alimentar) não pode comer e precisa que você mãe, envie a alternativa
  • te ligam pra avisar na noite anterior ou no dia da festa
  • você sai desesperada tentando resolver o “abacaxi”

Veja bem a situação em que nos colocam.

Tem festinha na escola e a instituição sabe da condição alérgica de um aluno.

Você mãe, explicou “tim tim por tim tim” quando ele ingressou na instituição.

E pediu para que sempre avisassem com antecedência para que você possa se preparar e mandar tudo que é necessário.

“Ah, mas é só um bolinho…”, é o que costumam dizer.

Se as pessoas tivessem ideia do que significa “um bolinho” para uma família onde tem um alérgico alimentar.

Se a mãe trabalha fora e não tem uma rede de apoio então… dá vontade de chorar até.

Ninguém faz ideia da correria que significa pra gente uma “festinha na escola”.

festinha na escola

Não é SÓ uma festinha na escola.

É compra de ingredientes, leitura de rótulos, preparação, tempo pra fazer tudo isso.

Dinheiro pra comprar! Preocupação se vai ficar bom….  onde colocar.

Todo o cuidado pra não contaminar.

Gente, não é SÓ uma festinha na escola.

É necessária uma logística digna de filmes de Hollywood.

Quando a criança é bem pequena pode não notar se tem diferença entre o que ela come e o coleguinha come, mas os maiores é impossível não notar.

Eles também querem participar da festa comendo “igual” aos outros. Mas de forma segura.

Eles não sabem o nome mas querem INCLUSÃO ALIMENTAR.

Querem se sentir parte daquele momento na festinha da escola.

E uma ajudinha de opções do que fazer para as festinhas é sempre bem vinda.

Agora em setembro, haverá uma ótima oportunidade de aprender um pouco mais e ver ideias de receitas pra fazermos para as crianças: o Minicurso de Cozinha Inclusiva sem Ovos, sem Leite, sem Soja e sem Glúten.

Gratuito e 100% online! Oba!

Se inscreva aqui pra participar: http://bit.ly/inscrição_CozinhaInclusiva

Então…. corre, mãe!

Se Deus quiser, um dia teremos um mundo mais consciente e que respeita o outro e suas diferenças.

Estamos lutando para isso!

 

—————————–

Andreia Cartolari é casada e tem dois meninos. Fundadora da Adapte! Turismo, mudou muitas coisas em sua vida nos últimos tempos em busca de uma vida com simplicidade e muito mais significado.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *